Redirecionamento 301 e Autenticação

DuvidasOlá, amiguinhos. Resolvi passar por aqui hoje para deixar uns 2 scripts que me ajudaram pra caramba na semana passada: scripts de redirecionamento 301 e autenticação de e-mails na Hostnet.

Faz um tempo que não escrevo nada por aqui, a falta de tempo (ruim) se dá pelo excesso de jobs (bom), o que acaba deixando tudo no 0X0. =)

Vamos lá.

Tenho um carinho muito grande pela Hostnet (foi a primeira empresa de hospedagem que usei), considero que seja uma das melhores empresas de hospedagem do país, mas essa competência/eficiência toda tem uma contrapartida, para manter a segurança coisas que são simples de se fazer usando um CPanel se torna burocrática e chata de se fazer na Hostnet.

1) Quero fazer um redirecionamento do meu domínio para uma subpasta.

Mesmo que você já tenha feito isso antes usando um CPanel vai constatar de forma dramática (!!!) que esse processo não está disponível para subpastas .

O que eu devo fazer então? =/

Abra o arquivo .htaccess que está na raiz de sua hospedagem (pasta www) ou crie uma se a mesma não existir e coloque o seguinte código no início:

# INICIO redirecionamento
Options +FollowSymLinks
RewriteEngine on
RewriteRule (.*) http://www.dominio.com.br/nomedapasta/$1 [R=301,L]
# FIM redirecionamento

Obs: as marcações de início e fim são opcionais, mas eu costumo colocar para não me perder. =P

2) Meus formulários não estão não estão chegando ao destino.

O sistema de autenticação da Hostnet é meio chato de configurar.

Tá certo, mas e ai?!?

Obra novamente o arquivo .htaccess e inclua o código a seguir (o e-mail e senha devem realmente existir e bater):

# INICIO autenticacao
php_flag authmail.debug Off
php_value authmail.port 587
php_value authmail.address nome@dominio.com.br
php_value authmail.smtp_account nome=dominio.com.br
php_value authmail.smtp smtp.dominio.com.br
php_value authmail.password 'senha'
# FIM autenticacao

Com esses 2 scripts creio que boa parte da sua experiência junto a Hostnet deve ser bem mais tranquila.

Forte abraço e até a próxima.

Foi útil? Divulgue.Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Leia Mais

Página de erro 404 personalizada

Hoje será algo bem básico e simples, como  criar uma página de erro 404 usando o .htaccess.

404-errado

Normalmente as páginas de erros dos navegadores são bem sem graça.

A página 404 (página não encontrada) pode (e deve) ser usada para se comunicar com os visitantes de forma mais simpática.

1º passo – crie uma página html do jeito que você ache legal.

A minha ficou assim:

pagina 404

2º passo – se na raiz do seu site não existir um arquivo .htaccess crie um  (basta abrir o bloco de notas e criar um arquivo sem nome, mas com a extensão .htaccess)

3º passo – coloque esse código nele e salve :
ErrorDocument 404 /nome-da-pagina-que-voce-criou.html

4º passo – Não tem, já está pronto. Fácil, né?

 

Até a próxima.

Foi útil? Divulgue.Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Leia Mais

Acessibilidade Web: Custo ou Benefício?

Este texto sobre Acessibilidade Web foi escrito em 30 novembro 2010 e ainda continua atual (infelizmente)… >=(

A expressão “acessibilidade”, presente em diversas áreas de atividade, tem também na informática um importante significado.
Não é fácil avaliar a importância dessa temática associada à concepção de páginas para a web. Mas os dados W3C (Consórcio para a WEB) e WAI (Iniciativa para a Acessibilidade na Rede) apontam situações e características diversas que o usuário pode apresentar:

1. Incapacidade de ver, ouvir e interpretar certos tipos de informação;

2. Dificuldade visual para ler ou compreender textos.;

3. Incapacidade para usar o teclado ou o mouse, ou não dispor deles;

4. Insuficiência de quadros, apresentando apenas texto ou dimensões reduzidas, ou uma ligação muito lenta à Internet;

5. Dificuldade para falar ou compreender, fluentemente, a língua em que o documento foi escrito;

6. Desatualização, pelo uso de navegador com versão muito antiga, ou navegador completamente diferente dos habituais, ou por voz ou sistema operacional menos difundido.

Nós, desenvolvedores, temos por obrigação modificar essa realidade. Não estou discutindo aqui o uso ou não de um “alt” bem feito, mas seguir parâmetros e normas que possibilitem tornar isso uma regra e não exceção.

Afinal, se por um lado se abrem oportunidades de acesso para mais gente, isso quer dizer que mais gente (leia-se consumidores em potencial) terá oportunidade de interagir com as informações e oportunidades disponíveis.

Vejam o vídeo abaixo, realmente impactante:

De volta, apesar de trabalhar com web já há algum tempo achava que a necessidade de pensarmos em padrões de acessibilidade seria uma realidade, mas não agora e sim em alguns anos. A merda é que nos esquecemos que essa necessidade é real e atual. Quantas pessoas estão por ai, frustradas, por não terem a oportunidade de interagir com a web como eu ou você?
Pensem nisso…

Foi útil? Divulgue.Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Leia Mais